terça-feira, 21 de junho de 2011

Manoel Pedro, poeta do povo

Caminhando pela Praça das Bandeiras na semana passada, buscava um velho conhecido, senhor de muitas palavras, jogo rápido no pensamento e coração caboclo. Foi lá, em meio aos pombos sujos e polêmicos da praça central de Londrina, núcleo velho da cidade, que conheci um trabalhador brasileiro que estava sempre com uma pasta de versos sob o braço, a quem tive o gosto de saber mais tarde, tratava-se de um poeta autodidata.

Passeando pelos arquivos de meu computador, encontrei uma linda história de trabalho e luta, de um roceiro brasileiro, poeta do povo, Manoel Pedro. Essa matéria foi veiculada em 2009 no extinto Programa Dia de Campo, no delicioso ofício de noticiar as coisas rurais. Segue o áudio da matéria, com muitas saudades do 'Seo' Manoel Pedro, na esperança de encontrá-lo bem, caminhando por ai.

Nenhum comentário: