sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Risoto de Solidão

O tempo é pós moderno, mas a situação, arcaica.

A máquina de lavar encheu demais. Tem mais alguém ai melancólico?
Alô?

Vou comer o meu risoto. Limão. Azedo. Bom.
E 29 mil crianças morrem de fome na Somália.
Não vai ser melhor amanhã.

Tem gosto de choro.
Quando foi que me transformei nisso?
Não vou ser melhor amanhã.

Um comentário:

Anônimo disse...

Alô. Alô. Câmbio. Tem gente do outro lado sim. Testando. Som. Fúria. Vida. Mudar é obra pr'uma vida inteira. E não se faz a sós. Vamos?