domingo, 9 de março de 2014

8 dia março é dia de luta!

O festival de informes sobre o dia da mulher (ontem), desde discursos elaborados a partir de decisões políticas (presidenta Dilma no intervalo do Jornal Nacional - o diagnóstico precoce de câncer feminino x campanha de vacinação de meninas contra o HPV) e a publicidade sobre o "dia de presentar a mulher" (oi?) desperta um estranhamento, uma irritação em 'gente como eu'.



A cada ano as empresas se dedicam mais e mais a este dia com sua ferina abordagem comercial. No entanto, suas percepções (e de suas equipes de comunicação) vêm mudando, em relação aos tipos, modos e papeis femininos. Infelizmente, percebe-se uma preocupação aguçada na forma, mas pouca mudança em relação ao conteúdo. Aqui da 'geral', o dia é feito para dar flores, bombons e presentes a quem, durante toda a vida, terá dificuldades para encontrar alguma posição de gênero igualitária, seja no trabalho, na educação, na religião, na vida familiar, na sociedade capitalista de consumo, entre outros setores.

Assim, muita confusão e obtusão é dada como certeira sobre o dia 8 de março

Sobre o tema, quero destacar dois pontos. O primeiro e o mais importante: se do seu ângulo de visão existe igualdade de gêneros e oportunidades, parabéns, você é uma pessoa privilegiada. Mas dê uma olhadinha ao redor, ok?

No segundo ponto, muito mais realista, é preciso lembrar que dia 8 de março é dia de luta, desde sua origem mais arcaica conhecida.  Uma boa dica para começar a entender os por quês e a ressignificação que foi (e vem sendo) feita com esta data 'comemorativa' está no livro de Ana Isabel Álvarez Gonzáles (que eu ainda não conheço como ser, mas de quem já sou fã):
As origens da comemoração do DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES. 
É da Expressão Popular e da SOF - Sempreviva Organização Feminista.



E para fim de conversa, 8 de março está para a comemoração eufórica e acrítica, assim como o natal está para a coca-cola, certo, moçada?

(Como assim, o que eu dizia? Entenda: A presidenta Dilma e o diagnóstico precoce de câncer feminino: http://www.femama.org.br/novo/noticias-detalhe.php?menu=not&id=287 )

(sobre o dia de luta, tem mais informações aqui: http://blogconvergencia.org/blogconvergencia/?p=1033 )

2 comentários:

Adriano Tomaz disse...

Gostei do texto, mas vê esse link aí, isso sim é uma preciosidade. Abraço!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10203278169257594&set=a.2893956550589.151061.1310572610&type=1&theater

Adriano Tomaz disse...

O link tá ruim, perdeu a graça agora. É só uma pérola do twitter:
"Imagina ser feminista e ter que fingir que não gosta de tapa no rabo"